quinta-feira, 16 de abril de 2015

NOVIDADE

AGORA VOCÊ PODE COPIAR NOSSOS CONTEÚDOS

O Blog BUÍQUE DA GENTE tendo em vista a necessidade de muitos dos nossos leitores e depois de diversas solicitações resolveu disponibilizar para cópia o conteúdo da página.

Agora com uma nova interface de página para facilitar ainda mais a leitura e o dinamismo de nossa page, com mais conteúdo, matérias exclusivas. Nosso Blog firmou parceria com várias instituições e escritórios jornalísticos a nível Nacional, Estadual e Regional para deixar os leitores e seguidores ainda mais informados de tudo o que acontece no país, no estado e em nossa região.

Através do nosso e-mail exclusivo nossos leitores e colaboradores além de nossos enviados especiais podem sugerir matérias, enviar conteúdos de fotos e apelos além de expressar opiniões. nosso e-mail é: blogbuiqdg@hotmail.com

Agora você também pode copiar o nosso conteúdo, as nossas matérias, desativamos definitivamente a ferramenta que impossibilitava a cópia das matérias e das fotos de nosso Blog, possibilitamos também o compartilhamento das matérias nas redes sociais através de ferramentas no lado esquerdo inferior de nossa página abaixo de cada matéria.

Ficou muito mais fácil, ágil e prático interagir em nossa página. Você também conta com a nossa Fã Page na rede social Facebook com o nome: Buíque Da Gente, fácil de encontrar, agora é só curtir!

A todos boa leitura, cópia e compartilhem a vontade nossas reportagens.

Agradecemos a preferência de todos os nossos seguidores e leitores.


Laelson Bony
Editor Chefe

quarta-feira, 15 de abril de 2015

DESCASO

Série: Buíque Babilônia


MORADORES DA RUA CÍCERO TENÓRIO DE BARROS EM BUÍQUE RECLAMAM DE OBRA INACABADA 
Diante de tantos outros fatos e situações não só de abandono, mas de descaso para com a cidade e a população é que tem de pagar com o sofrimento, alguns por se sentirem impossibilitados de trafegar por algumas ruas, outros por dificuldades até mesmo de locomoção. 

Batemos na mesma tecla quando falamos em ruas escuras, praças e centros abandonados, obras inacabadas e agora mais um descaso que nos chega através das reclamações dos moradores da Rua Cícero Tenório de Barros e Travessa Cícero Tenório de Barros, o que mais nos deixa intrigados é o fato de que coincidentemente trata-se nada mais e nada menos da rua residencial da chefia do executivo municipal.

Segundo relatam os moradores, uma obra da compesa para desvio de água, deixou a rua esburacada, como pode se observar nas fotos. Esta obra foi finalizada pela compesa em seus interesses, mas o buraco ficou e assim nos relatam os moradores que já reclamaram e foram informados de que a obra de fechamento e arrumação agora é de responsabilidade do poder público municipal, já se passaram 08 meses e a situação ainda continua do mesmo jeito. 

Não sabemos ao certo quem é responsável por concertar o estrago nas duas ruas. Os moradores nos procuraram no intuito de uma possível solução para ambas as ruas, daí então nos foram fornecidas fotos e aqui estão.

A nossa redação foi conferir de perto e ao cruzarmos entre uma rua e outra, já que a mesma fica ao lado da Avenida José Emílio de Melo – PE-270 nos deparamos com acumulo de entulhos às margens da mesma. É no mínimo caótico, estarrecedora, a situação em que a cidade de Buíque se encontra. Se ainda assim posso ser ainda mais categórico, a cidade está em pleno abandono por parte dos administradores.


FISCALIZAÇÃO

Comissão especial irá fiscalizar obras do PAC em Pernambuco‏


Miguel Coelho cria comissão especial para fiscalizar obras do PAC

Uma comissão especial foi criada pelo deputado estadual Miguel Coelho (PSB) para investigar a situação das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Pernambuco. O colegiado foi aprovado em votação, nesta terça-feira (14), na Assembleia Legislativa e terá 90 dias para apresentar um diagnóstico sobre as intervenções no estado.

A comissão especial será composta por cinco membros. Miguel Coelho coordenará o colegiado e Diogo Moraes (PSB) será responsável pela relatoria dos trabalhos. Também integram a comissão os deputados Aluísio Lessa (PSB), Silvio Costa Filho (PTB) e Teresa Leitão (PT).

O grupo inicia os trabalhos já na próxima semana, quando será definida uma agenda de visitas aos canteiros de obras do PAC em vários pontos do estado. “Também vamos ouvir os representantes do Governo Federal para justificar os motivos dos atrasos e cobrar maior celeridade. Pernambuco é um dos estados com mais obras do PAC, mas não podemos permitir que sejam abandonadas ou desmobilizadas”, explica Miguel.

Após ouvir os representantes do Governo Federal e concluir as visitas, será realizado um relatório detalhado sobre o andamento das intervenções e os impactos causados pelos atrasos. O parecer será apresentado à sociedade e, em seguida, enviado para os ministérios responsáveis por cada obra.


Criado em 2007, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) realiza intervenções voltadas para abastecimento de água, mobilidade urbana, habitação, infraestrutura, energia, saúde, saneamento entre outras áreas. Com mais de 40 mil empreendimentos no Brasil, o programa é responsável por obras de grande impacto em Pernambuco como a transposição do Rio São Francisco e a ferrovia Transnordestina.


NEPOTISMO

Quando prefeitos aproveitam brechas da legislação e nomeiam familiares para administração pública‏.


Quando os familiares recebem cargos de primeiro escalão na administração municipal. 
Por causa de uma brecha na Súmula 13 do Supremo Tribunal Federal – aprovada para coibir o nepotismo no serviço público –, prefeitos estão garantindo emprego para seus parentes no primeiro escalão da administração. São filhos, mulheres, irmãos, tios e sobrinhos ocupando cargos de secretário municipal, o mais alto posto entre aqueles de livre escolha do prefeito.  

Eles têm a seu favor o fato de o texto da súmula do STF não vedar expressamente a nomeação de familiares do prefeito para secretários municipais. Tem alguns casos que se baseiam ainda em algumas decisões judiciais posteriores que liberaram as contratações pelo chefe do Executivo. De acordo com alguns especialistas, o volume de parentes em cargos de primeiro escalão é resultado da falta de uma lei vedando o nepotismo integralmente, e de uma súmula mal redigida, que gera uma série de interpretações.

Os casos de nepotismo em Pernambuco estão espalhados por cidades de todas as regiões do estado em especial os casos mais contundentes ocorrem em cidades do interior, no agreste do estado, independentemente do tamanho e de qual partido é o prefeito. Em Carpina, cidade da Mata Norte do estado, a filha do prefeito Carlinhos do Moinho (PSB) já foi nomeada a secretária de Turismo e agora vai comandar a Saúde do município. Com um salário entorno de R$ 6 mil, Cássia de Moinho é estudante de Odontologia e vai ocupa uma das principais pasta da administração, responsável por planejar, desenvolver, orientar, coordenar e executar a política de Saúde da cidade, compreendendo tanto o cuidado ambulatorial quanto o hospitalar, e as ações de vigilância sanitária e epidemiológica. Sem esquecer que a Secretaria de Saúde tem dinheiro "de fundo à fundo" e outras fontes de recursos para a sua manutenção.

Por mais que tenham as brechas na lei de nepotismo na administração pública e diversas interpretações, se faz necessário e urgente mudanças colocando, um ponto final neste ciclo-vicioso. 

O Ministério Pública de Pernambuco conta com uma Promotoria de Patrimônio Público para analisar esses casos de favorecimento de familiares.

terça-feira, 14 de abril de 2015

DESCASO

Série: Buíque Babilônia

O LIXO SE ACUMULA EM DIVERSAS RUAS DE BUÍQUE

Os moradores de diversas ruas da cidade de Buíque reclamam o lixo que se acumula pelas calçadas. Sabe-se que o carro de coleta passa regularmente e periodicamente efetuando a coleta, o que muitos reclamam é que a população buiquense aumentou muito, segundo o último levantamento de dado do IBGE a população de Buíque é de 55.905 habitantes como mostra o gráfico abaixo:


Então, como pode apenas 01 carro de coleta com apenas 03 garís tomarem de conta de um território tão extenso? Sabemos que há troca de turno e pessoal, mas o que achamos é insuficiente.
Pouco se vê os garis varrendo ruas, pois são deslocados para outras localidades e o que acontece é acumulo de lixo em vários pontos da cidade. A população se sente indignada com os descasos a que são submetidos na cidade de Buíque.

Vejam o caso desta rua, a Cecília Modesto de Albuquerque, aqui há várias semanas o lixo está acumulado e nada de o carro da coleta passar:


Acho que poucos sabem que cuidando da higiene das ruas, realizando tratamento e solucionando o problema dos esgotos diminui em muito os casos de doenças respiratórias da população. 

A saúde já não anda muito bem, mas por outro lado, esta é uma novela que iremos relatar em breve!

Até quando a população continuará a mercê?


SAÚDE

SECRETÁRIO ESTADUAL DE SAÚDE VISITA HOSPITAL REGIONAL DOM MOURA


Durante a passagem pela cidade de Garanhuns, no Agreste Meridional,
onde participou do Seminário Todos por Pernambuco, ao lado do
governador Paulo Câmara, o secretario estadual de Saúde, Iran Costa,
aproveitou a oportunidade para uma visita ao Hospital Dom Moura,
unidade de referência para 21 municípios que compõem a V Gerência
Regional de Saúde (Geres).
Acompanhado pelo gestor Luiz Melo e pela diretora de Assistência
Regional, Carol Lemos, o secretário fez questão de ir a todos os
setores do hospital, passando pelo bloco cirúrgico, UTI, enfermarias,
internação e também pela maternidade. Em todos os locais, ele fez
questão de conversar com pacientes e funcionários.
“Nessas viagens que tenho feito com o governador, faço sempre questão
de ver de perto como anda o atendimento à população. E fiquei muito
feliz aqui, com a boa infraestrutura da unidade, uma das melhores do
Interior”, disse. Segundo Iran Costa, este “é o primeiro passo para
humanizar o atendimento, uma das prioridades da Saúde na gestão de
Paulo Câmara”, afirmou.
Com mais de 500 mil habitantes em sua base territorial, o Hospital Dom
Moura tem perfil de atendimento de urgência e emergência nas
especialidades de clinica médica, cirurgia geral, pediatria,
traumatologia, obstetrícia e urgência odontológica. Conta com 143
leitos para internação e realiza, em média, mais de dez mil
atendimentos, por mês, na emergência e outros seis mil exames
laboratoriais.
IMPRENSA SES
Fotos: Rafael Montenegro
Para saber mais:
HOSPITAL REGIONAL DOM MOURA
Diretor: Dr. Luiz R. Melo (87) 3761.8101
V GERES - Gerência Regional de Saúde
Endereço: Rua Joaquim Távora, 240 – Garanhuns/PE
Telefone: (87) 3761.8341 / 3761.8342
E-mail: gerencia.saude.pevgeres@hotmail.com
Imprensa:
Ronaldo Cesar Carvalho
VOX COMUNICAÇÃO
(87) 9988.0423

segunda-feira, 13 de abril de 2015

DESCASO

Série: Buíque Babilônia

MORADORES DA ZONA RURAL RECLAMAM A FALTA DE ÔNIBUS ESCOLAR


Do início do ano letivo até antes da semana santa segundo relatam os estudantes que residem nos sítios Lagoa de Fora, Lagoa da Mata e Sítio Jabuticaba que o ônibus escolar trafegou normalmente indo buscar e levar os estudantes nas localidades acima citadas.

Pouco antes da semana santa como relatam os estudantes, o ônibus que fazia o trecho quebrou.

Após o feriado da semana santa as aulas foram retomadas e desde então os alunos das localidades convivem com o descaso. O ônibus que trafegava no trecho quebrou, mas até a presente data, nenhum outro transporte ou até mesmo ônibus foi colocado para buscar e levar os estudantes que se sentem constrangidos com o fato.

Outro fator relevante que é relatado pelos próprios alunos trata das péssimas condições de tráfego nas estradas da região, o que de certo foi fator agravante causador dos danos causado ao ônibus que fazia a linha. Pais e alunos apelam para as autoridades e ao governo municipal, aguardando assim, um desfecho para esta situação, já que muitos alunos estão impossibilitados de vir à escola na sede. Se algum tiver condições ainda escapa por pagar transporte ou o deslocamento das localidades.



DESCASO

Série: Buíque Babilônia

MORADORES DO BAIRRO FREI DAMIÃO RECLAMAM DE ESGOTO ÀS MARGENS DA PE-270

Do Centro aos Bairros os descasos são uma constante na cidade de Buíque. Os moradores da Rua José de Albuquerque Cavalcante que fica às margens da PE-270 reclamam do esgoto a céu aberto que jorra féses que escoam ao longo da Avenida Jonas Camelo de Almeida.

Quando chove certamente a situação é ainda mais crítica, segundo os relatos dos moradores da referida rua que dizem que não comem direito, não dormem direito faz um bom tempo, pois, o lamaçal se espalha ainda mais com féses. Sujeiras se acumulam no que mais parece um pequeno córrego, sem contar o mau cheiro insuportável que com o calor constante ameaça a saúde dos moradores.

Ainda segundo o relato dos moradores, 04 casos de dengue foram registrados na rua e outros possíveis casos podem surgir tendo em vista que várias pessoas estão com febre e dores de cabeça constantes, de certo provocados pelo mau cheiro na rua.

O sentimento de impotência dos moradores é bastante visível. Não agüentando mais a situação que de certo é no mínimo caótica, os moradores pedem que as autoridades, o governo municipal tome as providências necessárias para solucionar este problema que vem se arrastando há anos na Rua José de Albuquerque Cavalcante.


Aguardaremos das autoridades e da Secretaria de Obras de Buíque uma possível solução com relação a este problema que aflige os moradores do Bairro frei Damião. Caso nada seja resolvido, o Blog BUÍQUE DA GENTE se prontifica com os moradores em continuar cobrando e adotando outras medidas conjuntas na tentativa de que tudo seja resolvido. 


sexta-feira, 10 de abril de 2015

SAÚDE E BEM ESTAR

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
Nordeste consome frutas e hortaliças abaixo do índice nacional
Para incentivar o aumento da ingestão desses alimentos, Ministério da Saúde lançou o livro Alimentos Regionais Brasileiros com produtos típicos e dicas saudáveis da culinária brasileira
O consumo recomendado de frutas e hortaliças na região Nordeste está abaixo do índice nacional (24,1%). Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a ingestão necessária é de pelo menos 400 gramas desses alimentos diariamente. Para estimular o consumo da alimentação saudável capaz de promover mais qualidade vida, reduzindo a obesidade, diabetes, hipertensão e outras doenças, o Ministério da Saúde lançou o livro Alimentos Regionais Brasileiros. A publicação traz dicas de como cozinhar com mais saúde e pratos típicos de cada região do país.
“A diversidade culinária e variedade de frutas e hortaliças do Brasil possibilita à população manter uma alimentação saudável. O livro Alimentos Regionais é um marco importante no compromisso do governo brasileiro para priorizar a alimentação segura e mais saudável, valorizando a cultura e os saberes das práticas regionais”, destacou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.
Os dados da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2014) mostram que nenhuma das capitais do Nordeste estão entre as dez cidades que mais consomem frutas e hortaliças. Aracaju (SE) e João Pessoa (PB), com 24%, são as localidades em que há maior consumo da região. Já Fortaleza (CE) é a terceira com o pior índice em todo o país. Na capital cearense, apenas 18% da população consome o indicado pela OMS em cinco ou mais dias da semana.
Além de frutas e hortaliças, o Vigitel traz ainda outros dados importantes sobre a alimentação dos brasileiros. O estudo mostra que 29,4% da população ainda consome carne com excesso de gordura. No Nordeste, apenas Maceió (AL) consome mais carne com gordura que o índice nacional: 31,6%.  Entre as dez cidades com hábitos mais saudáveis nesse questionamento, seis são da região, sendo que Salvador (21,1%) é a capital com o melhor percentual em relação ao restante do país.
A pesquisa apontou também que o brasileiro tem diminuído a ingestão de refrigerante. O consumo desse produto diminuiu 20% nos últimos seis anos. No entanto, mais de 20,8% da população faz uso de refrigerantes cinco vezes ou mais na semana. O Nordeste lidera as seis primeiras posições do ranking das capitais que menos tomam o produto: Natal (7%), Aracaju (12%), João Pessoa (13%), Salvador (14%), Teresina (14%) e Maceió (15%).
Quando se trata do alimento mais consumido pelos brasileiros, o Vigitel mostrou que o consumo regular de feijão em cinco ou mais dias na semana é de 66%. No Nordeste, a maioria das cidades está com índice inferior ao do país.  Neste item, o maior percentual da região foi em Natal (76,4%). Já em São Luís, apenas 42,7% consomem a leguminosa.
ALIMENTOS REGIONAIS – Desenvolvido como complemento do Guia Alimentar para a População Brasileira, lançado em novembro de 2014, o Alimentos Regionais Brasileiros pretende incentivar especialmente o aumento do consumo de frutas, legumes e verduras. A publicação faz parte da premissa principal do Guia Alimentar que é a de a base da alimentação seja feita com alimentos frescos (frutas, carnes, legumes) e minimamente processados (arroz, feijão e frutas secas), além de recomendar que sejam evitados os produtos ultraprocessados (como macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote e refrigerantes).
Além de orientar sobre o tipo de alimento (características e uso culinário), o Alimentos Regionais traz informações de como comer e preparar a refeição, uma lista de possíveis substituições para as preparações desenvolvidas, ressaltando a diversidade cultural brasileira. A intenção é proporcionar a população o conhecimento das mais variadas espécies de frutas, hortaliças, leguminosas, tubérculos, cereais, ervas, entre outros existentes no país. 

Para a edição do livro, que revisa a versão de 2002, foram realizadas seis oficinas culinárias, uma em cada região do país e duas na região Nordeste. O foco foi o preparo de receitas culinárias contendo frutas, verduras e legumes disponíveis nos locais e pratos tradicionais da cultura alimentar dessas regiões, nas quais esses alimentos pudessem ser adicionados sem descaracterizar a comida. A versão digital já está disponível no portal do Ministério da Saúde.
Fonte: Agência Saúde

quarta-feira, 8 de abril de 2015

CULTURA

Data do Festival de Inverno de Garanhuns é definida
O FIG acontece entre os dias 16 e 25 de julho. A programação do palco principal deve ser anunciada um mês antes.



Os amantes da música podem preparar os casacos de frio. A 25ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) acontecerá entre os dias 16 e 25 de julho, na Agreste pernambucano. O anúncio foi feito nessa terça-feira (7), após reunião entre o Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), e as secretárias de Turismo, Gerlane Melo; Cultura, Cirlene Leite e Comunicação Social, Jacqueline Menezes, participaram de uma reunião com o secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelino Granja, e a presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Márcia Souto na manhã desta terça-feira, dia 7, para tratar da formatação da 25ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns.


No encontro, a Prefeitura de Garanhuns solicitou que a divulgação das atrações do palco principal do evento sejam anunciadas um mês antes do FIG. Com a divulgação antecipada, os turistas podem se programar melhor para o Festival. Nos anos anteriores, a programação era anunciada pouco mais de 10 dias antes do evento. 

Antes do Festival de Inverno, Garanhuns sedia a segunda edição do “Viva Dominguinhos”, em homenagem ao ilustre cantor nascido na cidade.
A expectativa é que a Convocatória para o Festival seja lançada ainda esta semana.

















Link

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...