Compartilhar

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Siga

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

TRANSPORTES

ATAAG ANUNCIA REAJUSTE NO PREÇO DA PASSAGEM BUÍQUE /ARCOVERDE

A Associação de Transporte Alternativo do Agreste (ATAAG) que fazem a linha Buíque/Arcoverde começou hoje quinta-feira dia 16 de novembro a anunciar que haverá reajuste no preço da passagem devido às constantes mudanças e aumento no preço dos combustíveis. Conforme informações da Presidência da Associação cedidas ao Blog BUÍQUE DA GENTE na última terça-feira quando estivemos em reunião.

Segundo a ATAAG, devido ao crescente aumento dos combustíveis, a reposição de peças, troca de pneus, manutenção e mão-de-obra mecânica são serviços que também ficam mais caros gradativamente devido a estes crescentes reajustes no combustível.

Após várias reuniões entre a presidência e os motoristas da associação, foi resolvido após um consenso, que a partir de 1º de Dezembro será cobrado o seguinte:

*Passagem Buíque/Arcoverde custará R$ 8,00
*Passagem de
Meio Caminho custará R$ 6,00
*Passagem para quem possui
Carteirinha custará R$ 6,00 até final de dezembro e passando a custar R$ 7,00 a partir de 1º janeiro de 2018.

O reajuste no preço da passagem de ida e vinda Buíque /Arcoverde representa um aumento de em média 14,2% em cima do valor anterior. É compreensível o fato do reajustamento de preços tendo em vista os aumentos nas bombas dos postos de combustíveis.  

O Presidente da ATAAG José Gean Lacerda da Silva tentou segurar o preço atual de R$ 7,00 juntamente com a Associação. Porém, devido ao aumento dos combustíveis, peças, manutenção de veículos e mão-de-obra mecânica, teve que se reunir e atender às necessidades sugeridas pelos demais associados.


Os anúncios com o spot informando os passageiros da mudança no valor das passagens poderão ser ouvidos na sintonia da Rádio Buíque Fm 104,9 de segunda à sexta.




sexta-feira, 3 de novembro de 2017

ARTE/CULTURA

Exposição “Vias da Arte” entra em cartaz no Sesc Ler Buíque
Obras em madeira dos artesãos Luiz Benício e Fábio Ramos serão apresentadas ao público a partir desta segunda-feira (06/11) 

O trabalho em madeira dos artesãos Fábio Ramos e Luiz Benício será o tema de uma exposição que o Sesc Ler Buíque lança nesta segunda-feira (06/11). “Vias da Arte” levará ao público as obras dos dois artistas que retratam a alma nordestina por meio de figuras folclóricas, de vivências do dia a dia e da natureza da região onde vivem: o Parque Nacional do Vale do Catimbau, em Buíque.

As peças estarão em um espaço na Rua João Hieceno Alves Maciel, que fica em frente à Escola Engenheiro Klaysson de Freitas. O público poderá conferir a exposição até o dia 30 de novembro, sempre das 8h às12h e das 14h às 17h. A entrada é gratuita.

“O nosso objetivo é o de promover uma interação do público com as obras dos dois artistas. É também uma maneira de apresentar aos moradores de Buíque e região os talentos que a nossa cidade tem e que, muitas vezes, não são reconhecidos. O Sesc entende que a arte é uma forma singular de comunicação e um instrumento importante de educação”, afirma Geilza Paulino, gerente do Sesc Ler Buíque.

Luiz Benício – natural de Buíque, o mestre é conhecido por não fazer a derrubada de árvores para esculpir suas peças. Aproveita os troncos soltos na natureza e retrata o dia a dia do nordestino e tudo o que vê de belo na natureza. Já expôs seu trabalho na França, em Israel e na Itália e tem obras espalhadas por mais de 50 países. Além de Buíque, o mestre está se preparando para participar de uma exposição no Rio de Janeiro. “Ser homenageado pelo Sesc com uma exposição na minha terra natal é um presente. Estou muito satisfeito com esse reconhecimento”, afirma.

Fábio Ramos – também nascido em Buíque, Fábio, conhecido como Bacurau, iniciou a carreira de escultor há 10 anos por incentivo do Mestre Zé Bezerra que percebeu o talento do jovem artista. Retrata em suas peças elementos da natureza. Utiliza os contornos de galhos secos para trabalhar suas obras, aproveitando suas características naturais, interferindo nelas o menos possível. “É com grande alegria que participo dessa exposição que o Sesc vai realizar com nossos trabalhos. Para mim, podem mostrar minha arte às pessoas de minha cidade é muito gratificante”, ressalta.

Serviço
Exposição Vias da Arte do Sesc Ler Buíque
Data: de 6 a 30 de novembro
Local: Espaço na Rua João Hieceno Alves Maciel, em frente à Escola Engenheiro Klaysson de Freitas
Horário: das 8h às 13h e das 14h às 17h
Entrada gratuita

Informações: (87) 3855-2230


INCIDENTE



Incêndio é registrado dentro de cemitério durante visitas do Dia de Finados em Caruaru

                                           Foto divulgação WatsApp
 
Um incêndio foi registrado no final da tarde desta quinta-feira (2) dentro do Cemitério Dom Bosco, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O fogo atingiu o local onde ficam as velas acesas pelos visitantes do espaço gerido pela prefeitura de Caruaru, porém não tomou grandes proporções, mas gerou um pequeno tumulto dentro e fora do cemitério.
 Foto DivulgaçãoWatsApp
 
Segundo o G1, a Secretaria de Serviços Públicos informou que as chamas foram contidas pelos próprios funcionários do cemitério. Os Bombeiros chegaram no local quando a situação já estava controlada e realizaram o resfriamento da área. Ainda segundo a Secretaria, as velas acesas provocaram o incêndio que felizmente não deixou ninguém ferido.


SAÚDE



CÃNCER DE PRÓSTATA: O que todo homem deve saber sobre a doença 

 
Saiu o Rosa do Outubro e entra o Azul de Novembro, que é o mês destinado principalmente à conscientização sobre um tipo de câncer que leva à morte em média de 14 mil homens no Brasil todos os anos: O Câncer de Próstata.

Esta doença começa silenciosamente e afeta mais da metade dos homens acima de 50 anos de idade, segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Só no ano passado, foram 61,2 mil casos em todo o país.

A prevenção e a orientação são as mesmas dadas em relação à outros tipos de câncer: Todos os cuidados devem começar cedo. E não devemos esperar um sinal de que algo de errado esteja acontecendo para procurar um médico especialista.

Os exames de próstata mais comuns para detectar alterações, como inflamação ou câncer, por exemplo, são o exame de sangue do PSA e o de toque retal, feito pelo urologista ou proctologista, que palpa a próstata para saber o seu tamanho e verificar se está aumentada.

Estes exames normalmente devem ser realizados 1 vez por ano a partir dos 50 anos de idade, mas quando há histórico familiar de câncer de próstata, a prevenção deve ser feita a partir dos 45 anos. Além disso, quando o paciente já teve câncer da próstata ou diagnóstico de hiperplasia benigna prostática, o exame deve ser feito anualmente, independente da idade.

Veja a seguir os exames mais utilizados para identificar problemas nesta glândula.

1. PSA - Exame de sangue

É feito a partir de um exame de sangue comum que avalia o hormônio PSA, que tem como resultados normais valores menores do que 4 ng/ml. Assim, quando esse valor está aumentado, pode indicar problemas como inflamação da próstata ou câncer, por exemplo.
No entanto, este valor também aumenta com a idade e, por isso, é importante ter em consideração o valor de referência do laboratório. Saiba Como entender o resultado do exame PSA.
  • Preparo para exame de sangue: para realizar o exame de sangue de laboratório não é necessário fazer nenhuma preparação específica.

2. Toque retal

O médico pode avaliar o tamanho da próstata através do toque retal, que pode ficar maior e mais dura quando ocorre alguma inflamação. Este exame é muito rápido, demorando cerca de 1 minuto e causa apenas um leve desconforto.
  • Preparo para toque retal: não é necessário realizar nenhuma preparação, porém, para facilitar a realização do exame o médico pode indicar a toma de um laxante para limpar o intestino e, durante o exame o paciente deve permanecer de pé ligeiramente inclinado e contrair os músculos da região pélvica.

3. Ultrassonografia

A ultrassonografia ou ecografia da próstata é feita para avaliar o tamanho desta glândula e identificar alterações na sua estrutura.
  • Preparo para ecografia: não é necessário nenhum preparo específico. Saiba mais detalhes sobre o exame em: Ultrassonografia.

4. Medição do jato de urina

A fluxometria é um exame feito pelo médico para avaliar a força do jato e a quantidade de urina em cada micção, pois quando ocorrem alterações na próstata o jato fica mais lento e fraco.
  • Preparo para fluxometria: deve-se estar com a bexiga cheia e com bastante vontade de urinar, sendo importante beber pelo menos 1 L de água antes do exame, que é feito com o indivíduo urinando em um aparelho para fazer o registro.

5. Exame de urina de laboratório

O urologista pode indicar um exame de urina, sendo necessário coletar uma pequena quantidade de urina para avaliar a presença de sangue ou de micro-organismo que podem estar presentes em casos de infecção urinária, por exemplo. Conheça os vários tipos de Exame de urina.
  • Preparo para exame de urina: a coleta deve ser feita com a primeira urina da manhã, colocando em um recipiente de plástico fornecido pelo laboratório. A amostra deve ser levada ao laboratório em cerca de 30 a 60 minutos após a micção.

6. Biópsia

A biópsia da próstata é feita para confirmar diagnósticos de alterações nessa glândula, como câncer ou tumores benignos, sendo necessário retirar um pedacinho deste órgão para enviar para análise no laboratório. Veja Como é feita a biópsia de próstata.
  • Preparo para biópsia da próstata: normalmente é necessário tomar o antibiótico receitado pelo médico, durante cerca de 3 dias, fazer jejum de 6 horas e tomar laxante para limpar o intestino.

O que pode ser o exame de próstata alterado

Os exames podem ter resultados alterados quando ocorrem problemas como:
  • Inflamação da próstata, conhecida por tumor benigno da próstata;
  • Presença de bactérias na próstata, também conhecida por prostatite;
  • Toma de medicamentos, como diuréticos, esteroides ou aspirina;
  • Realização de procedimentos médicos à bexiga, como biópsia ou cistoscopia, podem elevar ligeiramente os níveis de PSA.
Além disso, com o envelhecimento, os níveis do exame de sangue de PSA, podem aumentar e não significar doença.Veja outras causas da próstata aumentada em: Próstata aumentada.

Fonte complementar: www.tuasaude.com
 

ECONOMIA



PRIMEIRA PARCELA DO 13° DEVE SER PAGA ATÉ 30 DE NOVEMBRO

O fim do ano está chegando e com ele está chegando o prazo para os empregadores pagarem a primeira parcela do 13º salário dos funcionários. Segundo o advogado e procurador federal especialista em direito trabalhista, Paulo Manuel Moreira Souto, o cálculo é bem simples e “o empregado tem o direito de receber o valor referente a 50% [do salário] até o dia 30 de novembro”, informa reportagem de Bruna Cairo, do Jornal da Paraíba.

Esta gratificação é concedida anualmente, em duas parcelas. A primeira, entre os dias 1° de fevereiro e 30 de novembro, no valor correspondente à metade do salário do mês anterior. A segunda deve ser paga até o dia 20 de dezembro, baseado no valor da remuneração de dezembro.

O cálculo deve ser feito da seguinte forma: “dividir o valor do salário de novembro por 12, multiplicar [o resultado] pelo número de meses trabalhados no ano de 2017 e dividir este valor por 2”. O resultado é igual ao valor que o trabalhador vai receber em cada parcela Por isso, dados como hora extra e meses trabalhados influenciam no valor do 13º.

Qualquer pessoa que trabalhou mais de 15 dias em 2017 tem direito a receber o abono. Porém, “o 13º salário só será integral se o trabalhador tiver trabalhado os 12 meses”.

Auxílio Doença

No caso de trabalhadores que estiverem recebendo o auxílio doença, o pagamento é feito pelo INSS, juntamente com a última parcela de pagamento do benefício. O valor é proporcional ao número de meses em que ele foi pago. Abono anual consiste no benefício devido ao segurado e ao dependente da Previdência Social que, durante o ano, recebeu auxílio-doença, auxílio-acidente, aposentadoria, pensão por morte, auxílio-reclusão ou salário-maternidade.

Licença Maternidade

Para as mulheres que entrarem em Licença Maternidade, o 13º salário referente ao período do afastamento é de responsabilidade do INSS, nominalmente identificado como abono anual. Ele é pago juntamente com a última parcela do benefício, ficando o empregador com a obrigatoriedade de pagar apenas pelos meses realmente trabalhados.


Link

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...